#TodosComDavid

#TodosComDavid
Clique e faça uma doação

16ª Romaria da Terra do Ceará sai às ruas com 15 mil romeiros/as do campo e da cidade

Diassis Carlos, Mayara Albuquerque, Monyse Ravenna e Ricardo Azevedo - comunicadores populares da ASA
Sobral|CE
20/08/2013
Em romaria, canta bendito, faz a memória do
Sangue dos companheiros, anima a luta, lança
Projetos, pra acabar com o latifúndio brasileiro

 
Acesso à terra e à água são bandeiras de luta
Foto: Ricardo Azevedo/Instituto Elo Amigo
A missa de encerramento da XVI Romaria da Terra, em Sobral, CE, trouxe toda a mística de cerca de 15 mil romeiros e romeiras que tomaram as ruas da cidade gritando por “Água, terra e comunhão: bem viver em nosso chão”; lembrando os mártires da caminhada, especialmente aqueles que tombaram na luta pela terra e pela Reforma Agrária. Na celebração, o povo foi acolhido e acolheu dezenas de sacerdotes e oito Bispos e o Arcebispo do Regional Nordeste 1, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

A celebração fazia refletir e emocionar diante do ainda grande número de conflitos pela terra e pela água em nosso estado e ao mesmo tempo enchia de esperança diante das alternativas de convivência com o semiárido que representam formas concretas de bem-viver do povo.

Segundo a Comissão Pastoral da Terra (CPT), a Romaria é um momento forte de encontro, de caminhada, de celebração da vida e das conquistas diárias dos camponeses e camponesas, espaço oportuno de denúncia de todos os projetos que destroem a vida humana e a natureza em todas as suas dimensões e de anuncio das alternativas concretas de bem viver no semiárido.

Os romeiros e as romeiras percorreram uma longa caminhada acompanhados por músicas, sorrisos e olhares companheiros. Por volta das 22h, as apresentações culturais aconteceram no Estádio Junco. Num gramado ocupado por diferentes gerações, manifestações artísticas como forró, cordel, poesia e música popular brasileira deram continuidade à romaria.


Mobilização do Fórum Cearense pela Vida no Semiárido
Foto: Ricardo Azevedo/Instituto Elo Amigo
“Cisternas de Plástico: Somos Contra” 
Uma delegação do Fórum Cearense pela Vida no Semiárido (FCVSA), vinda de todo o estado,  também participou com muita animação da Romaria. O FCVSA levou para as ruas de Sobral a bandeira: “Cisternas de Plástico: Somos Contra!”.

"Eu vejo a Romaria como um momento de colocar para a sociedade as nossas grandes bandeiras de luta: reforma agrária, acesso à água, contra as cisternas de plástico”, afirma Odaléa Severo, da coordenação estadual do FCVSA.