#TodosComDavid

#TodosComDavid
Clique e faça uma doação

Senador Pompeu reabre as portas para a Agroecologia

Mayara Albuquerque - comunicadora popular da ASA
Senador Pompeu
14/01/2014
Eu sinto, eu vejo luzes, e cores que me contam da Terra
E de mil planetas
Se eu quiser eu compro flores
Nem vem, que não tem

Novos Baianos

O prédio da Cooperativa Agropecuária Senador Pompeu Ltda (COSENA) nunca viu tanta beleza junta. É que na última sexta-feira, dia 10, agricultores e agricultoras de várias localidades do município de Senador Pompeu resolveram armas suas barraquinhas e vender seus produtos da melhor qualidade por lá.

Feira agroecológica em Senador Pompeu | Foto: Mayara Albuquerque/Arquivo IAC
Só Dona Gorete e sua filha, agricultoras da comunidade Lagoa Nova, trouxeram produtos para mais de uma semana de feira. É que Gorete é uma mulher cheia de força e coragem e a falta de chuva não a desanima, pelo contrário, fortalece sua resistência. Só na barraquinha delas dava para o consumidor comprar nata, doce de vários tipos, alface, berinjela, mamão, jerimum, goiaba, banana e por aí vai.

Seu Eduardo e o filho, agricultores da comunidade Passagem do Meio, levaram para a feira galinha caipira, alface, cheiro-verde, polpa de goiaba, manga, acerola, graviola e um dindin que se espalhou pela feira toda. Era todo mundo se refrescando com o dindin do seu Eduardo.

Não tem outra, a Reabertura da Feira Agroecológica e Solidária de Senador Pompeu foi um verdadeiro sucesso. Muito chapéu de couro, tapioca, bolo de macaxeira, milho, alface, cheiro-verde, artesanato, muita diversidade e, sobretudo, qualidade. E também não faltou o forró pé- de- serra e a conversa entre compadres e comadres.

Acordar cedo para armar a barraquinha na feira não é uma chatice, quem participa vai com prazer, com vontade. Acorda antes do despertador, toma banho sorrindo e vai não só para apurar um dinheiro, mas para encontrar os fregueses fieis, trocar um dedo de prosa, falar sobre o inverno maravilhoso que está por vir. Como bem disse o seu Aureliano, agricultor agroecológico de Aroeiras (Quixeramobim), agora é só não deixar a peteca cair. A peteca não vai cair não, seu Aureliano, agora todas às sextas quem gosta de se alimentar de forma saudável, sem agrotóxicos, vai procurar a feira Agroecológica e Solidária de Senador Pompeu.


Fonte: ASA COM