#TodosComDavid

#TodosComDavid
Clique e faça uma doação

Agroecologia e biodiversidade na Casa de Sementes de Aroeiras


Casa de Sementes, quintal produtivo, reuso de água, mandala e roçado coletivo compõem o espaço do nosso intercâmbio na comunidade de Aroeiras, há 15 quilômetros do centro da cidade de Quixeramobim. O objetivo foi levar boas práticas na agroecologia e sementes crioulas pelo grupo participante do II Festival das Sementes e IV Encontro Estadual de Agricultores/as Experimentadores/as. 

A Casa de Sementes Zé Noca foi a primeira parada do grupo, e as boas-vindas foram dadas pelos moradores Dona Liduína e Seu Aureliano. A Casa de Sementes é composta por uma diversidade de sementes crioulas da região, que vão do feijão ao gergelim. A Casa de Sementes é um espaço coletivo. Segundo o seu Aureliano, “mesmo com todas as dificuldades que vivemos na produção da agroecologia, ainda é mais produtivo, saudável e rico de diversidade. E nas sementes, guardarmos nossa história e riqueza que passa dos nossos antepassados”.


No espaço do Roçado Coletivo, os canteiros de beterraba, cenoura, coentro e outras verduras e hortaliças compõem a mandala, irrigada por meio do sistema de microaspersor com água da Cisterna de Enxurrada e com compostagem vegetal. 

O grupo conheceu ainda o Reúso de Água que foi instalado e fornece mais de 50 mil litros de água usado para irrigação de gotejamento de plantas, hortaliças e verduras no quintal produtivo. A integração de todas essas tecnologias sociais, com a produção de alimentos sem agrotóxicos e a produção excedente são comercializados em feiras da Agricultura Familiar da região do Sertão Central.